Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sei que estas coisas variam mediante as zonas do país, mas a tradição natalícia no que toca aos pratos mantém-se na minha família desde que me lembro. A sopa é sempre canja, que não há canja como a da minha avó. Para sobremesa, tende a haver sempre um bolo de chocolate por causa dos miúdos, o resto depende, mas nunca falham as rabanadas e o pudim, que não há pudim como o da minha avó. Por mim, também havia sempre leite creme, que não há leite creme como o da minha avó, só que, pronto, não estamos todos de acordo. Em regra, temos dois pratos principais. Um de carne, normalmente assado, mas até aqui é tudo negociável (exceto, talvez, a canja, que acho que as minhas primitas já nem queriam as prendas se não houvesse canja), agora o que não pode faltar é o típico bacalhau cozido com batatas e couve, também chamado de caldeirada ou bacalhau com todos e que eu detesto. O que vale é que não há caldeirada como a da minha avó.

bacalhau-consoada2.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:25


4 comentários

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 23.12.2014 às 14:19

basicamente gostas de tudo o que a avó faz :p
lá em casa é assim: filhoses e arroz doce com a minha tia. Nem se atrevam a sugerir de outra forma porque senão há pancadaria e da grossa. 
Caldeira de peixe era com o meu avô. Filhoses de grão é com a minha mãe. E eu a comer de tudo :p mais não seja para o controlo de qualidade :p
Imagem de perfil

De Mar Português a 03.01.2015 às 03:03

Filhoses de grão? Não sei o que é!


É verdade, gosto mesmo e não é só por ser minha avó. O E., por exemplo, não gosta de arroz de frango, mas se for o dela, já gosta. Vês? Não é só o grau parentesco a falar :)
Imagem de perfil

De Alexandra a 24.12.2014 às 00:44

Ó pá!! Eu até do bacalhau gosto... O Natal para mim é uma desgraça gastronómica... :))
Imagem de perfil

De Mar Português a 03.01.2015 às 03:01

Deixa lá, para mim também! Sobretudo na secção dos chocolates!

Comentar post



Joana

foto do autor


Neste mar

Sobre tudo e sobre nada. História e política. Brincadeiras e aventuras. Literatura e cinema. Trivialidades e assuntos sérios. Arte e lusofonia. Dia-a-dia e intemporalidade. E, claro, um blogue com sotaque do norte.

Facebook


Instagram