Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Enquanto estuda, a T. fala alto. No início encomodava-me, mas acabei por me habituar. Ontem estávamos na sala com ela a papaguear a matéria de Geografia:

 

 - (...) existem mais de 800 milhões de analfabetos e quase dois terços são mulheres! (...) as taxas de escolarização femininas são, em regra, inferiores às masculinas (...). São várias as causas de discriminação da mulher na educação (...) custos da educação e a preferência pelos rapazes (...) menor valorização social da mulher (...) matrimónio precoce (...) gravidez na adolescência (...) maior vulnerabilidade da mulher ao HIV/SIDA.

(...)

- Caramba, é do caneco ser mulher em alguns lugares.

 

É do caneco ser mulher em todos os lugares, embora nuns mais do que noutros . Bom, pelo menos descobriu pelos livros.

banner_proj.jpg

 

Imagem do projeto Igualdade de Género e Não Discriminação, da Câmara Municipal de Abrantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:02


5 comentários

Imagem de perfil

De Sara a 03.12.2014 às 12:30

A igualdade de género ainda é uma utopia mesmo em países civilizados como é considerado o nosso: as mulheres ganham menos em quase todas as áreas, são preteridas para cargos de administração, são prejudicadas na hora de ter filhos (basta ver que eles perguntam se tencionas engravidar antes de te contratarem), sofrem constante pressão social...

Imagem de perfil

De Mar Português a 06.12.2014 às 16:50

É verdade! E a minha T. só deu por isso agora.
Imagem de perfil

De Mar Português a 06.12.2014 às 16:51

Ah, e isso de perguntarem se tencionam engravidar tira-me do sério.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 03.12.2014 às 13:45

infelizmente é verdade, nós mulheres continuamos a ser discriminadas, por mais que se diga que não
Imagem de perfil

De Mar Português a 06.12.2014 às 16:51

Há sempre quem queira negar essas evidências.

Comentar post




Neste mar

Sobre tudo e sobre nada. História e política. Brincadeiras e aventuras. Literatura e cinema. Trivialidades e assuntos sérios. Arte e lusofonia. Dia-a-dia e intemporalidade. E, claro, um blogue com sotaque do norte.

Facebook


Instagram