Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Amor é... #3

19.10.14

- Esta semana vais dar explicações à Y?

- Sim, vou. Porquê?

- Nada, curiosidade. O que está a dar ela?

- Provavelmente o Sermão de Santo António aos Peixes.

- E então, gostas?

- De António Vieira? Claro! Castiguem-me com isso, ter de falar sobre ele e o seu Sermão.

(...)

- Sabes, isso foi quase tão cromo como quando disseste que gostavas de gramáticas.

Etiquetas:

publicado às 19:31

3x1

18.10.14

Estão a ver o tal clube de que falei aqui? O tal de que sempre fui adepta, mas que de momento nada me diz. De facto, até nem me importo nada que perca. Bom, jogou hoje. Perdeu!

Porto x Sporting_thumb[1].jpg

publicado às 21:57

Hoje sinto...

17.10.14

tumblr_lowtdn3Vrs1qecgffo1_500_large.jpg

... que fui atropelada por um camião. Daqueles TIR.

publicado às 21:26

Artigo 37º

17.10.14

Quando a T. me trouxe o trabalho que lhe pedi para ver, o tal sobre as orientações sexuais, pus-me a ver outras coisas que lá havia no seu portefólio todo organizadinho.

 

Encontrei um sobre a liberdade de expressão. Subitamente, pensei o que seria deste meu cantinho em tantas partes do mundo e senti-me mesmo feliz de viver aqui, protegida pelo artigo 37º da Constituição e poder dizer o que quiser e bem me apetecer. Como que detesto que a coadoção não tenha sido aprovada e que a oposição em Portugal é, no geral, uma anedota.

opinião.jpg

publicado às 11:32

Londres é sempre bom de visitar, mas ainda mais agora. Esta obra de arte incrível foi instalada na Torre de Londres em honra dos 100 anos desde a entrada da Inglaterra na I Guerra Mundial. 888,246 papoilas vermelhas, feitas em cerâmica, serão gradualmente colocadas até à data do armistício e representam os soldados britânicos que pereceram naquele conflito. Consta-se que todo o Reino Unido está rendido à obra de arte, que realmente evoca a essência da Primeira Guerra, e eu conheço alguém que, fossemos agora a Londres, me faria passar horas a fotografar papoilas. Não que eu me importasse...

poppy-disaply-tower-of-london-1000x380.jpg

1410518370901_Image_galleryImage_LONDON_ENGLAND_SEPOPPY-MOAT_2995600a.jpg

poppies-9.jpgpotd-tower_3067501k.jpgPOTD_Queen_poppies_3075387k.jpg

A instalação, no original com o nome Blood Swept Lands and Seas of Red, pode ser visitada até 11 de novembro.

publicado às 09:52

CR7

16.10.14

Gosto do Cristiano Ronaldo. Como jogador é o que quero dizer. É o melhor do mundo e fico feliz por ser português. O resto soa-me a falso. Aquela família toda em órbita do seu sucesso e da história do filho mais vale nem falar. Nos últimos dias, tenho visto várias partilhas de um vídeo do Ronaldo numa conferência da imprensa da Seleção Nacional, ainda antes do jogo com a Dinamarca. Já toda a gente deve ter visto, mas, ainda assim, deixo aqui:

Então, é o seguinte: tenho visto a esmagadora maioria das pessoas rir, aplaudir e louvar a atitude do Ronaldo e não percebo. Será que é só por ser o Ronaldo? Eu acho que ele foi mal educado e que não esteve de todo à altura do papel que representava - o de capitão da Seleção. Estão a ver, eu gosto de futebol, mas só lhe presto verdadeira atenção quando joga a Seleção. O clube que eu cresci a adorar e do qual ainda sou adepta, de momento e por uma única razão, pouco me diz. A minha verdadeira equipa é a Seleção. E custa-me ver o seu capitão a ser mal educado com uma jornalista, que talvez também não tenha na CMTV o seu trabaho de sonho. Se pessoalmente o CM diz mentiras sobre ele e os seus, então que processe, que desminta, que faça o que quiser, mas isto não. O capitão da Seleção devia ter respeito pela profissional à sua frente, ouvir a pergunta e só depois decidir se responde ou não. Decidiu antes que ia ser uma vedeta e eu, talvez sozinha neste verdadeiro mar português, não acho piada nenhuma. Dentro das quatro linhas realmente faz maravilhas. Aqui foi só bronco.

publicado às 19:57

Quis ler o dito trabalho sobre orientações sexuais e a minha T. escreveu assim: Os homossexuais são, muitas vezes, discriminados pela sociedade e até pelos seus familiares (…) mas não posso concordar com esta atitude, pois penso que as pessoas devem ter liberdade de serem quem são e procurarem ser felizes, sem se sentirem discriminadas pelos outros.

 

Será que posso acreditar que um bocadinho disto é meu? Posso?

tumblr_lnxgjic7cN1qmxirxo1_500_large.jpg

 

publicado às 10:01

Ter uma irmã de 14 anos normalmente é fonte de muitas tropelias, brincadeiras, peripécias e comédias, mas hoje não é um desses dias. A T. esteve a contar-me que, já no ano letivo passado, estiveram a falar, na disciplina de Escola e cidadania, sobre orientação sexual e que, como trabalho de casa, tinham que elaborar um texto sobre o assunto. Tenho algumas dificuldades em perceber este trabalho, mas penso que o objetivo era obrigá-los a pensar sobre o que ouviram na aula e sobre o debate (ou balburdia) que se seguiu. Converso com a T. sobre essa aula e eis que ela me diz que boa parte da turma é “contra os homossexuais”. Contra? Oi? Como se isso fosse sequer possível! É como ser contra a escola ou o sol. Fiquei desanimada! Tão jovens e já homofóbicos, discriminadores, formatados. Não percebo, a sério que não. Há alguma coisa de muito errada aqui e, por muitos fatores que considere, nunca consigo desconsiderar os agentes educadores.

zona.jpg

publicado às 21:38

É de mim, ou a malta dos países de cultura anglo-saxónica chega a esta altura e fica maluca com isto das abóboras?

potd-pumpkins_3067505k.jpgpotd-pumpkins_3064196k.jpgpotd-pumpkin_3066840k.jpg

POTD_Pumpkin_Fest_3071654k.jpgPOTD_giant_pumpkin_3070414k.jpg

POTD_Pumpkin_head_3071655k.jpg

publicado às 16:36

Tons de outono

14.10.14

Gosto das abóboras, dos tomates e dos marmelos, tudo transformado em doce. Das castanhas assadas. Dos figos, dos diospiros e das romãs. Do vinho doce. Do castanho-amarelo-laranja das árvores. Dos chás e das mantas.

 

Gosto do outono! Mesmo deste, que já vem com requintes de inverno. No sentido literal e figurado, sou uma mulher do Outono. Do dia em que vi o mundo pela primeira vez e do tempo que é incerto. Do dia que se desconhece de manhã e se redescobre à tarde. Da chuva torrencial e do sol que depois espreita.

 

Gosto de ouvir a chuva à noite, enquanto vou adormecendo. E do cheiro a terra molhada, que sempre me leva para o bosque da minha infância.

folhas-de-outono-_5334_1280x1024.jpg

publicado às 09:53



Joana

foto do autor


Neste mar

Sobre tudo e sobre nada. História e política. Brincadeiras e aventuras. Literatura e cinema. Trivialidades e assuntos sérios. Arte e lusofonia. Dia-a-dia e intemporalidade. E, claro, um blogue com sotaque do norte.