Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Boyhood

20.02.15

Domingo é dia de Óscares e eu estou aqui com uma dúvida quanto ao grande favorito a Melhor Filme - Boyhood, de Richard Linklater.

 

Para mim, fica aquém do que prometia. Por um lado, não acho que seja aquele filme que prenda invariavelmente o espetador ao ecrã e, considerando que o objetivo é retratar a vida normal, aquele jovem está longe de ser o jovem médio e ainda mais longe de ser o típico jovem americano. Só que, por outro lado, o comprometimento necessário para rodar um filme durante doze anos, seguindo sempre a mesma linha criativa, e a simplicidade com que retrata o quotidiano deixam-me dividida. E, claro, aquilo que talvez mais valha um Óscar, a ideia base, que mostra que as nossas vidas, de qualquer pessoa, davam realmente um filme.

 

Afinal, talvez a vitória não seja assim tão descabida, se considerarmos mais o conteúdo do que a forma..

boyhood-poster-2.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:47


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Joana

foto do autor


Neste mar

Sobre tudo e sobre nada. História e política. Brincadeiras e aventuras. Literatura e cinema. Trivialidades e assuntos sérios. Arte e lusofonia. Dia-a-dia e intemporalidade. E, claro, um blogue com sotaque do norte.