Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Nunca votei em José Sócrates. Não faz de mim melhor ou pior do que quem tenha votado, simplesmente nunca me identifiquei com a figura, com as políticas ou com os ideiais. Sou assumidamente de direita. Aquando do final abrupto do seu último mandato, era precisamente esta a imagem que tinha dele: a de um corrupto. Poderia ou não ser verdade, mas era e é o que penso. Ainda assim, e após os acontecimentos dos últimos dias, só posso lamentar a situação presente. Que um ex-primeiro-ministro de Portugal mereça estar numa situação destas.

 

Bem sei que o caso de Sócrates estará longe de ser o único. Essa é a parte que me deixa mais animada. Olhando a esta tradição de impunidade, fico feliz por a justiça começar, finalmente, a ser cega. Por existir a possibilidade de, por uma vez, a culpa não morrer solteira.

ng3728848.jpg

publicado às 08:30


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Joana

foto do autor


Neste mar

Sobre tudo e sobre nada. História e política. Brincadeiras e aventuras. Literatura e cinema. Trivialidades e assuntos sérios. Arte e lusofonia. Dia-a-dia e intemporalidade. E, claro, um blogue com sotaque do norte.