Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Lembram-se deste post sobre dietas? Pois, acabei de me pesar e foi mais ou menos isto:

balança.GIF

Começo amanhã.

publicado às 09:11

- Vou fazer dieta. Agora é que é! Isto não pode continuar assim que qualquer dia não entro nas calças.

  (Um mês depois.)

- Começo na segunda. Agora não falha.

  (Mais um mês.)

- Estamos quase na Páscoa! Agora olha, perdido por cem, perdido por mil. Começo mal acabem as amêndoas.

  (Após a Páscoa.)

- É agora. Dieta a série. Nada de doces, chocolates, sumos, bebidas alcoólicas, assados ou fritos. Só frutinha  e legumes, grelhados e aguinha. Até calha bem que vem aí o verão e é só o que me apetece.

  (Um mês depois.)

- Agora olha, espero para setembro. Que isto no verão não dá. É só festas e festivais. Já para não falar em refrescos e gelados. Além do mais, ninguém merece fazer dieta nas férias.

  (Em setembro.)

- Segunda começo.

  (Em outubro.)

- Daqui ao Natal é um salto. Já não vale apena. Começo em janeiro. 

Começar-uma-Dieta.jpg

publicado às 12:10

Princesas reais

04.11.14

Quando era miúda, devorava filmes da Disney. Recordo-me de choramingar no final da Pequena Sereia e de não querer ver sozinha os segundos da Bela Adormecida em que a Malévola aparecia na lareira. A Cinderela era a minha favorita. Os tempos mudaram e as princesas da Disney também. Apesar daquelas continuarem a ser as princesas da minha infância, reconheço que as de agora fazem mais sentido. São mais fortes, independentes e não precisam cá de príncipes sempre a tirá-las de apuros. A única característica que se mantem é o aspeto físico. São todas magras, magrinhas, magríssimas. Tal como a Barbie, desproporcionais e impossíveis. Pois bem, Loryn Brantz, do BuzzFeed, resolveu o problema e trouxe as princesas Disney para o mundo real. Bem sei que a maioria das meninas que veem os filmes (tal como eu, em tempos idos) não estão propriamente a medir-lhes a cintura, mas conceitos de magreza começam assim, a construir-se nas nossas cabeças bem antes de tomarmos consciência deles. Pontanto, vamos lá, malta da Disney, as Princesas reais e normais são igualmente bonitas e fazem muito mais sentido.

Picture1.jpg

Picture2.jpg

Picture3.jpg

Picture4.jpg

Picture5.jpg

Picture6.jpg

publicado às 19:44

Sou fã do Halloween. Não pessoalmente, que na minha altura não se falava tanto disso e, mesmo quando se falava, eu nunca revelei grande interesse, mas acho giro. Sobretudo à inglesa ou americana, com as abóboras e as decorações. Já sei que é capitalista e que não é uma tradição portuguesa, nem religiosa. Mas isso nunca nos impediu no Carnaval, pois não? A cada ano que passa vejo mais miúdos nas ruas na doçura ou travessura. Ainda ontem vi um grupo adorável de bruxinhas e fatasmas cuja travessura era atirarem confetis. Divertem-se e andam felizes e não vejo mal nenhum nisso. Além do mais, uma tradição começa sempre por ser uma novidade. 

 

Com certas idiotices é que já não vou à missa. Ontem à noite, quando vi as tais bruxinhas e fantasmas, estava à procura de um multibanco que não se encontrasse coberto de ketchup, pasta dos dentes ou espuma. Mesmo numa casa acharia esta 'travessura' estúpida e abusiva, mas num multibanco? O que foi que aconteceu? Não deu a 'doçura'? Estupidez e vandalismo. Estragar só porque sim. Não percebo!

publicado às 15:12

Presentes :)

24.10.14

Alguns ainda vão levar um tempo a serem usados, outros dão para agora. Alguns já sabia, outros suspeitava e houve aquela grande surpresa em forma de chávenas. Adoro todos! Sobretudo a família e o namorado.

10728672_966155650077711_1228004182_n.jpg

10728806_966155646744378_655249168_n.jpg

10745019_966155660077710_940595617_n.jpg

10748621_966155663411043_799849517_n.jpg

 Obrigada! 

publicado às 23:39

Já viram o anúncio da Calzedonia com a Julia Roberts? Basicamente, ela anda a passear-se com as meias da marca por sítios incríveis. Este, como todos os outros anúncios da Calzedonia, deixa-me logo de lágrima no canto do olho (sou uma chorona, não sei se já tinha dito). Isto porque me relembra de um outro anúncio, já com uns anos, que mostrava o crescimento de uma menina, sempre com as ditas meias,até já ser mulher e estar grávida. Aí, terminava com a frase "esperamos que seja menina". Ainda não tive filhos, mas, quando tiver, queria muito pelo menos uma menina.

 

Deixo o vídeo, na versão italiana porque não encontrei a portuguesa, que cumpre mesmo, pelo menos comigo, o seu objetivo: despertar emoções.

Etiquetas:

publicado às 10:58

Hoje sinto...

17.10.14

tumblr_lowtdn3Vrs1qecgffo1_500_large.jpg

... que fui atropelada por um camião. Daqueles TIR.

publicado às 21:26

Artigo 37º

17.10.14

Quando a T. me trouxe o trabalho que lhe pedi para ver, o tal sobre as orientações sexuais, pus-me a ver outras coisas que lá havia no seu portefólio todo organizadinho.

 

Encontrei um sobre a liberdade de expressão. Subitamente, pensei o que seria deste meu cantinho em tantas partes do mundo e senti-me mesmo feliz de viver aqui, protegida pelo artigo 37º da Constituição e poder dizer o que quiser e bem me apetecer. Como que detesto que a coadoção não tenha sido aprovada e que a oposição em Portugal é, no geral, uma anedota.

opinião.jpg

publicado às 11:32

CR7

16.10.14

Gosto do Cristiano Ronaldo. Como jogador é o que quero dizer. É o melhor do mundo e fico feliz por ser português. O resto soa-me a falso. Aquela família toda em órbita do seu sucesso e da história do filho mais vale nem falar. Nos últimos dias, tenho visto várias partilhas de um vídeo do Ronaldo numa conferência da imprensa da Seleção Nacional, ainda antes do jogo com a Dinamarca. Já toda a gente deve ter visto, mas, ainda assim, deixo aqui:

Então, é o seguinte: tenho visto a esmagadora maioria das pessoas rir, aplaudir e louvar a atitude do Ronaldo e não percebo. Será que é só por ser o Ronaldo? Eu acho que ele foi mal educado e que não esteve de todo à altura do papel que representava - o de capitão da Seleção. Estão a ver, eu gosto de futebol, mas só lhe presto verdadeira atenção quando joga a Seleção. O clube que eu cresci a adorar e do qual ainda sou adepta, de momento e por uma única razão, pouco me diz. A minha verdadeira equipa é a Seleção. E custa-me ver o seu capitão a ser mal educado com uma jornalista, que talvez também não tenha na CMTV o seu trabaho de sonho. Se pessoalmente o CM diz mentiras sobre ele e os seus, então que processe, que desminta, que faça o que quiser, mas isto não. O capitão da Seleção devia ter respeito pela profissional à sua frente, ouvir a pergunta e só depois decidir se responde ou não. Decidiu antes que ia ser uma vedeta e eu, talvez sozinha neste verdadeiro mar português, não acho piada nenhuma. Dentro das quatro linhas realmente faz maravilhas. Aqui foi só bronco.

publicado às 19:57

Tons de outono

14.10.14

Gosto das abóboras, dos tomates e dos marmelos, tudo transformado em doce. Das castanhas assadas. Dos figos, dos diospiros e das romãs. Do vinho doce. Do castanho-amarelo-laranja das árvores. Dos chás e das mantas.

 

Gosto do outono! Mesmo deste, que já vem com requintes de inverno. No sentido literal e figurado, sou uma mulher do Outono. Do dia em que vi o mundo pela primeira vez e do tempo que é incerto. Do dia que se desconhece de manhã e se redescobre à tarde. Da chuva torrencial e do sol que depois espreita.

 

Gosto de ouvir a chuva à noite, enquanto vou adormecendo. E do cheiro a terra molhada, que sempre me leva para o bosque da minha infância.

folhas-de-outono-_5334_1280x1024.jpg

publicado às 09:53


Joana

foto do autor


Neste mar

Sobre tudo e sobre nada. História e política. Brincadeiras e aventuras. Literatura e cinema. Trivialidades e assuntos sérios. Arte e lusofonia. Dia-a-dia e intemporalidade. E, claro, um blogue com sotaque do norte.