Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pinto Monteiro diz que almoçou com José Sócrates porque este lhe queria oferecer um livro.

 

Bom, consta-se que tem uns quantos em stock.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:24

Nunca votei em José Sócrates. Não faz de mim melhor ou pior do que quem tenha votado, simplesmente nunca me identifiquei com a figura, com as políticas ou com os ideiais. Sou assumidamente de direita. Aquando do final abrupto do seu último mandato, era precisamente esta a imagem que tinha dele: a de um corrupto. Poderia ou não ser verdade, mas era e é o que penso. Ainda assim, e após os acontecimentos dos últimos dias, só posso lamentar a situação presente. Que um ex-primeiro-ministro de Portugal mereça estar numa situação destas.

 

Bem sei que o caso de Sócrates estará longe de ser o único. Essa é a parte que me deixa mais animada. Olhando a esta tradição de impunidade, fico feliz por a justiça começar, finalmente, a ser cega. Por existir a possibilidade de, por uma vez, a culpa não morrer solteira.

ng3728848.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

O ex-primeiro-ministro acaba de ser detido para interrogatório.

717493.jpg

Querem ver que ainda há esperança para este país?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:05

País da treta

21.11.14

Então é assim, eu não sou de falar mal só porque sim. Não insulto governantes, sou incapaz de colocar toda a gente no mesmo saco e não me considero dona da verdade. Só que, depois, vejo isto:

Subvenções vitalícias dos ex-titulares de cargos políticos vão ser repostas

 

Subvenções a ex-titulares de cargos políticos? Mas quando é que acabam com isto? Se quiseram ser políticos, muito bem, fizeram a sua escolha. A seguir é descontar para a Segurança Social e fazer as continhas para a reforma como o resto do mundo. Aparentemente, o assunto deu barraca dentro do PSD, por ser considerado "inoportuno" por alguns dos parlamentares. Eu diria, no mínino inoportuno, porque oportuno nunca será. É precisamente este carreirismo político que desacredita a classe política. É este o tão falado e aclamado entendimento entre PSD e PS? Para ser assim, é melhor que nunca se entendam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:36

Na semana passada, soube, assim em menos de vinte e quatro horas, de coisas que aconteceram na Rússia e só na Rússia.

10313556.jpg

Um condutor de limpa neves bêbado causou o acidente de um jato privado. Infelizmente, houveram vítimas mortais.

Putin-14.jpg

Da autoria de artistas anónimos, os 12 trabalhos de Putin encontram-se em exposição em Moscovo e foram concebidos como um presente de aniversário para o Presidente. A exposição retrata as lutas que Putin travou e ainda trava para engrandecer a Rússia. Nesta peça, luta contra as restrições impostas pelos seus inimigos - Estados Unidos, Canadá, Japão e União Europeia - em virtude da atuação russa na questão da Ucrânia. 

ad-showing-womans-breasts-causes-500-crashes-in-on

Em apenas um dia, este anúncio de uma agência publicitária, colocado em trinta veículos que circulavam por Moscovo, causou mais de quinhentos acidentes.

 

É parar de beber vodka, sim?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:15

Artigo 37º

17.10.14

Quando a T. me trouxe o trabalho que lhe pedi para ver, o tal sobre as orientações sexuais, pus-me a ver outras coisas que lá havia no seu portefólio todo organizadinho.

 

Encontrei um sobre a liberdade de expressão. Subitamente, pensei o que seria deste meu cantinho em tantas partes do mundo e senti-me mesmo feliz de viver aqui, protegida pelo artigo 37º da Constituição e poder dizer o que quiser e bem me apetecer. Como que detesto que a coadoção não tenha sido aprovada e que a oposição em Portugal é, no geral, uma anedota.

opinião.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:32

POTD-MASKS_3066847k.jpg

Estudantes manifestam-se contra a decisão do Tribunal Constitucional Espanhol de suspender o referendo à independência da Catalunha. Duvido que algum dia a consigam, mas a vontade está-lhes no sangue. Deixam uma imagem forte, num assunto muito sério.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:47

Estado Islâmico

09.10.14

Disse aqui esta semana que me recuso a ver o Islão como um bando de gente radical. Esses são uma minoria. Ainda assim, a minoria que o Estado Islâmico representa é para lá de perigosa. Não tem rosto, nem dá a cara. Mata sem hesitar e sem qualquer respeito pela vida humana. Parece ate um filme, mas é o mais real possível.

 

Não encaro um conflito armado de ânimo leve, mas, infelizmente, aqui não vejo outra hipótese. Neutralizar o Estado Islâmico deve ser a prioridade absoluta do mundo ocidental. Não há negociações, conferências ou diálogo. É matar ou morrer. E sim, sei o peso destas palavras. Numa guerra a este nível vão morrer civis, entre os quais, com toda a certeza, crianças. Mas a verdade é que isso já está a acontecer. Porque quando vejo aqueles homens prestes a serem decapitados, não é de guerras ou de políticas que me lembro. É de quem fica! Das mães, dos pais, das esposas, dos filhos que ficam e que, com toda a certeza, morrem por dentro.

 

Se um dia eu tiver filhos, sei que é impossível trazê-los para um mundo perfeito. Queria pelo menos que fosse um mundo um pouco mais tolerante, onde as pessoas respeitem as outras por quem elas são, se não sem julgamentos, pelo menos sem violência. Mas talvez nem isso seja possível.

 

Nota: Não gosto fazer posts sem imagens, mas aqui tem não há outra hipótese porque elas são horríveis demais e representam tudo aquilo que o mundo não deve ser.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:32

O Islão

06.10.14

Na Grande Mesquita, em Nova Deli, os Muçulmanos celebram hoje o Eid al-Adha. É este o Islão em que acredito e que defendo - pessoas pacíficas e tolerantes que apenas querem viver as suas vidas e a sua Fé em tranquilidade - e não numa minoria radical que desconhece o profundo significado (e importância) da paz e da tolerância.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:08

A história é muito simples: Hong Kong quer eleições livres da ingerência de Pequim. Inicialmente, os guarda-chuvas serviam apenas para os manifestantes se protegerem do sol, mas acabaram por servir como forma de defesa contra o gás pimenta. 

 

Há milhares de pessoas nas ruas, o que, em muitos outros países, seria um facto impossível de ignorar. Mas o que vai acontecer em Hong Kong é imprevisível. Uma coisa é certa: este já não é um caso que o Governo Chinês possa abafar. E, embora tenha as minhas dúvidas, se para nós foram os cravos, espero que ali resultem os guarda-chuvas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:01


Joana

foto do autor


Neste mar

Sobre tudo e sobre nada. História e política. Brincadeiras e aventuras. Literatura e cinema. Trivialidades e assuntos sérios. Arte e lusofonia. Dia-a-dia e intemporalidade. E, claro, um blogue com sotaque do norte.